6 Dicas para um planejamento logístico eficiente

A satisfação do cliente é um dos pontos cruciais para qualquer empresa, não é mesmo? Para isso, os esforços de diversos setores devem estar alinhados para que possam fazer uma entrega de excelência.

Nesse sentido, planejamento estratégico, processos bem definidos, infraestrutura adequada, sistemas automatizados, profissionais qualificados e treinados, são alguns dos quesitos para se construir e manter uma marca sólida no mercado.

E quando falamos sobre a ponta de todo processo, que é o cliente, uma área que é extremamente crucial para o atendimento, é a logística. Diante disso, planejamento logístico é fator importante para o gerenciamento da empresa, bem como atendimento ao cliente final.

O departamento de logística é o responsável por garantir que cargas, produtos e mercadorias, sejam entregues com eficácia. Nesse sentido, o planejamento bem estruturado garante excelência nos processos, entrega rápida, podendo ainda minimizar os custos, maximizando a eficiência.

A importância de ser fazer planejamento logístico

A logística envolve diversos processos, dentre eles armazenamento e estoque, carga e descarga e o transporte em si de mercadorias e produtos.

O departamento de logística basicamente recebe a demanda dos departamentos de vendas (pedido), faz a separação e inicia o processo de entrega. Ele também recebe a mercadoria da produção ou do fornecedor e o armazena em estoque, fazendo a identificação e seguindo os requisitos necessários para o acondicionamento das mesmas.

Então, podemos entender que esse departamento requer planejamento e processos bem definidos. Pois ele é o principal elo de ligação entre empresa e cliente.

Nesse sentido, o planejamento logístico é de suma importância para o sucesso da marca.

Dicas para um planejamento logístico

Até aqui vimos tudo que envolve e a importância de um planejamento logístico, a partir de agora vamos dar 6 dicas para realização de um planejamento eficiente.

1. Análise de processos

Faça um levantamento de todos os processos utilizados, indicadores e demais informações que possam contribuir de forma significativa com uma análise do atual cenário da área.

Realizar uma análise completa e detalhada do que já vem sendo praticado no setor ajuda a identificar falhas e fornece informações preciosas acerca de oportunidades de melhorias.

A partir daí inicia-se a reformulação e até mesmo criação de novos processos.

2. Tecnologia

Utilize a tecnologia a seu favor e automatize o máximo de atividades possíveis.  Existem hoje no mercado diversos recursos tecnológicos, assim como sistemas, softwares de gestão, automatização de atividades, rastreamento de mercadorias, dentre outros.

Esses recursos auxiliam em todo processo, bem como dá suporte no planejamento de ações mais seguras e eficazes, reduzindo ainda custos com mão de obra, dedicando o capital humano da empresa para posições mais estratégicas.

Outro ponto relevante quanto ao uso da tecnologia e automatização dos processos, são as informações em tempo real sobre cada atividade desempenhada abastecendo o sistema de indicadores.

3. Indicadores

Defina indicadores importantes a serem analisados periodicamente. Números em processos bem definidos são altamente eficazes na tomada de decisões, bem como na mudança de estratégias.

Indicadores podem ser utilizados para medir a eficiência dos processos, a exemplo de tempo de entrega do produto, satisfação do cliente, tempo do pedido, nível de estoque, dentre outros.

Planos de ações são mais assertivos quando há números em mãos.

4. Faça parcerias confiáveis

Faça parcerias com fornecedores de confiança, que possam atender suas demandas com eficiência, qualidade e cumprindo os prazos para não comprometer a execução do serviço. Além disso, parcerias estratégicas podem ajudar a otimizar recursos e conhecimentos, reduzindo cursos e aumentando a eficiência das operações.

5. Otimização de recursos

Pense nos recursos disponíveis para a execução das atividades e como otimizá-los, tanto para baixar custos, como também para agilizar processos. Assim como:

  • Veículos de transporte
  • Espaço e configuração do armazém
  • Equipamentos utilizados para manuseio de carga
  • Sistemas
 

Avalie todos os recursos e defina estratégias para utilizá-los com maior assertividade.

6. Treinamento e capacitação da equipe

Profissionais capacitados devem entrar como prioridade no planejamento da logística. Eles são peças fundamentais para o sucesso de uma entrega de excelência.

Os profissionais de logística são responsáveis pelo recebimento e separação dos pedidos, organização e manutenção de estoque, carga e descarga de mercadorias, transporte  e entrega do produto.

São diversas atividades dentro de um sistema complexo. Por isso a importância de uma equipe alinhada, treinada e altamente capacitada para a execução das mesmas.

Conclusão

O departamento de logística envolve diversas etapas do processos de atendimento ao cliente, até a entrega final. Ele é o responsável por armazenar os produtos e mercadorias, e retirá-los quando solicitado através de pedido, para entrega.

Realizar um planejamento logístico eficiente, garante maior assertividade nos processos, entregas dentro do prazo, otimização de recursos, redução de custos e até mesmo aumento da lucratividade.

Armazenamento, embalagem, estoque, estrutura, equipamentos de manuseio de carga e descarga, veículos de transporte e toda a mão de obra envolvida nesses processos, fazem parte da gestão logística. E para que seu planejamento logístico seja sempre eficaz utilize a tecnologia como recurso essencial.

Entre em contato conosco 📞 (35) 3421-4657 ou 📲 (35) 9 9819-9092 e conheça nossas soluções em logística.

Gostou do post de hoje? Então, continue acompanhando nosso blog, siga-nos nas redes sociais e fique por dentro de mais conteúdos como este.

Compartilhe

Deixe um comentário