Confira os 10 produtos mais importados e exportados pelo Brasil em 2022

O estudo sobre os produtos mais importados e exportados pelo Brasil faz parte das análises e projeções futuras para o seu negócio. Afinal, podem indicar tendências, parceiros comerciais e outros dados relevantes com foco no comércio exterior.

A retrospectiva da balança comercial brasileira

Um dos relatórios mais aguardados é o da balança comercial, que indica o volume e a receita dos produtos importados e exportados. Mas, será que você consegue imaginar quais são eles? Será que o ranking se manteve o mesmo do que em 2021? Vamos descobrir.

O Comexstat é uma plataforma do Governo Federal e traz a série histórica. Entre janeiro e outubro de 2022, os relatórios feitos indicam:

  • US$ 280,6 milhões em exportações
  • US$ 229,3 milhões em importações
  • US$ 51,3 milhões de saldo (superávit)
 

Além disso, há um dado muito curioso a ser observado. Se comparado com o mesmo período do ano passado (2021), as exportações aumentaram 19%. Enquanto isso, as importações cresceram quase 30% no quadro comparativo.

E a Classificação Internacional de Todas Atividades Econômicas indica a Indústria de Transformação com maior destaque, seguida da Indústria Extrativa e da Agropecuária, que terminaram o período praticamente empatados na balança comercial.

Os produtos mais exportados pelo Brasil

A lista dos nossos maiores parceiros comerciais na exportação é: China, Estados Unidos, Argentina, Holanda, Espanha, Chile, Cingapura, México, Japão e Alemanha. No entanto, vale a observação de que a China representou 27% de todas as exportações do Brasil no período.

E os estados que mais exportaram foram: São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Mato Grosso, Paraná, Rio Grande do Sul, Pará, Goiás e Bahia.

Com relação aos produtos mais exportados pelo Brasil nesse período de 2022, temos:

  1. Soja (16%)
  2. Óleos brutos de petróleo ou minerais betuminosos (12%)
  3. Minério de ferro e seus concentrados (8,9%)
  4. Óleos combustíveis de petróleo (3,8%)
  5. Carne bovina (3,7%)
  6. Farelo de soja (3,4%)
  7. Açúcares e melaço (3,2%)
  8. Milho não moído (3,2%)
  9. Carnes de aves e miudezas (2,7%)
  10. Demais produtos da indústria de transformação (2,7%)

Comparado ao ano de 2019, a ordem desse ranking pouco mudou. Naquele ano, também tivemos soja, petróleo, minério de ferro e milho na lista. Mas, também apareceram a celulose, o que não aconteceu no novo ranking.

Já no ano de 2021, a única mudança foi com produtos florestais, que tiveram uma ótima representatividade, assim como o complexo sucroalcooleiro. Aliás, a celulose e o papel também apareceram na lista daquela ocasião entre os produtos mais exportados pelo Brasil.

Os produtos mais importados pelo Brasil

Do lado dos importados, o ranking de parceiros é: China, Estados Unidos, Argentina, Alemanha, Índia, Rússia, Coreia do Sul, Canadá, Itália e Arábia Saudita. Sendo assim, a curiosidade é que a China representou 22% do total, bem perto dos Estados Unidos, com 19%. Depois, a Argentina e a Alemanha ficaram com 4,7%.

Os estados que mais importaram foram: São Paulo, Santa Catarina, Rio de Janeiro, Paraná e Minas Gerais. Para importados, São Paulo tem relevância de 30% do todo, seguido de Santa Catarina com 10% de participação.

Os produtos mais exportados pelo Brasil nesse período de 2022 são:

  1. Adubos ou fertilizantes químicos (9,7%)
  2. Óleos combustíveis de petróleo (8,5%)
  3. Demais produtos da indústria de transformação (4,3%)
  4. Válvulas e tubos termiônicos (4,3%)
  5. Compostos organo-inorgânicos (3,7%)
  6. Óleos brutos de petróleo (3,4%)
  7. Partes e acessórios dos veículos automotivos (2,8%)
  8. Inseticidas (2,6%)
  9. Medicamentos e produtos farmacêuticos (2,6%)
  10. Equipamentos de telecomunicações (2,4%)

Com base nos dados de 2019, muita coisa mudou. Naquele ano, produtos manufaturados foram destaque, seguido de medicamentos para medicina humana e veterinária. Além disso, apareceram na lista os compostos heterocíclicos e naftas.

No ano de 2021, tivemos a aparição de grupos como de veículos rodoviários, produtos químicos orgânicos, máquinas de geração de energia e máquinas/aparelhos elétricos. Ou seja, algumas mudanças, não é mesmo?

Gostou do post de hoje? Então, continue acompanhando nosso blog, siga-nos nas redes sociais e fique por dentro de mais conteúdos como este.

Entre em contato conosco 📞 (35) 3421-4657 ou 📲 (35) 9 9819-9092 e conheça nossas soluções em logística.

Compartilhe

Deixe um comentário