Tudo sobre os tipos de inventários na logística

O estoque de uma empresa precisa ser muito bem gerenciado para garantir o controle sobre as mercadorias. Periodicamente, é necessário realizar um levantamento detalhado dos itens e existem diferentes tipos de inventários, ou seja, métodos, para isso.

Cada empresa deve escolher a metodologia que melhor atender suas necessidades. Mas, antes de tomar essa decisão, é importante conhecer as opções disponíveis.

Continue a leitura para saber quais são os tipos de inventários existentes no setor logístico e veja qual é o mais adequado para o seu empreendimento.

O que são inventários de estoque?

Inventários de estoque são uma lista detalhada dos itens e quantidades de bens que uma empresa possui em seu estoque. Geralmente, são realizados com certa frequência para garantir que a contabilidade do empreendimento esteja correta e determinar quais itens precisam de reposição.

O objetivo central do inventário na logística é ajudar a controlar os ativos da empresa, minimizando prejuízos devido a perdas e avarias, e a otimizar a gestão de estoque. Vale lembrar que essa listagem também é usada para fins fiscais e tributários, pois ajuda a determinar o valor dos ativos da companhia.

Para que serve o inventário de estoque?

São vários os propósitos do inventário de estoque em uma empresa, acompanhe!

Precisão na contabilidade

O inventário de estoque ajuda a garantir que a contabilidade da empresa seja feita corretamente. Afinal, permite a verificação da quantidade de itens presentes no armazém e o seu valor. Além disso, é uma parte importante das demonstrações financeiras do negócio, pois ajuda a determinar o valor dos ativos e o lucro líquido.

Controle sobre perdas

A falta de controle pode fazer com que perdas de estoque passem despercebidas. Então, se ninguém sabe que o problema está acontecendo, nada é feito para resolvê-lo.

Com inventários regulares, é possível identificar e controlar perdas rapidamente, estejam elas relacionadas a extravios, avarias ou até furtos. Isso evita que prejuízos sejam detectados apenas depois de se tornarem maiores.

Otimização da gestão de estoque

O inventário permite à empresa monitorar seus níveis de estoque e detectar pontos de reabastecimento. Dessa forma, torna-se mais simples planejar a reposição, evitando interrupções na disponibilidade de produtos.

Tomada de decisão baseada em dados

Os responsáveis por tomar decisões em uma empresa devem fazer isso conscientes da situação do negócio. Com o inventário se tem informações valiosas sobre o estoque e a sua rotatividade. Então, as decisões sobre compras, preços e promoções são tomadas com base em dados.

Conformidade fiscal

O inventário de estoque é necessário para fins fiscais e de impostos, pois ajuda a determinar o valor dos ativos da empresa. Assim, se garante a credibilidade dos valores publicados nas demonstrações financeiras

Quais são os tipos de inventário na logística?

Agora vamos ao que você realmente veio buscar aqui, os tipos de inventário na logística. Existem vários deles, cada um com objetivos e métodos diferentes. Veja quais são os principais.

Inventário cíclico

O inventário cíclico é um processo de gestão de estoque que consiste na realização periódica da contagem dos itens armazenados. Costuma ser realizado mensal ou trimestralmente.

Esse processo ajuda a garantir a precisão dos dados do sistema e a identificar quaisquer diferenças entre os registros e a quantidade física real de itens presentes no estoque.

Inventário contínuo

Este tipo de inventário é realizado continuamente para manter a contabilidade da empresa atualizada e identificar rapidamente quaisquer desvios ou erros. A ideia é manter a precisão do registro, em vez de esperar até o inventário cíclico para corrigir possíveis problemas.

Inventário de rotina

Este tipo de inventário é realizado com frequência para garantir que o sistema de gerenciamento de estoque da empresa esteja com os dados corretos e atualizados. Ele ajuda a determinar se é realmente necessário repor determinados itens, evitando excessos.

Inventário de segurança

O inventário de segurança é realizado para verificar qual a quantidade de itens em estoque necessária para atender a empresa durante períodos de interrupção da operação. Costuma ser aplicado antes de férias coletivas ou em situações adversas, como a falta de suprimentos.

Inventário periódico

Realizado em intervalos regulares, o inventário periódico ocorre de uma a duas vezes por ano. A periodicidade varia conforme o tamanho do estoque, porque todo o processo é feito manualmente.

Como realizar o inventário de estoque de uma empresa?

Após conferir um apanhado geral da teoria sobre os tipos de estoque, veja como realizar esse processo na sua empresa e garantir a confiabilidade dos dados registrados.

1. Verifique qual a periodicidade ideal para a empresa

Ao entender qual é a periodicidade ideal para realização do processo, será possível identificar o melhor tipo de inventário para o negócio. Além disso, a modalidade poderá ser alterada, caso sejam identificadas necessidades diferentes.

2. Forme a equipe responsável pelo inventário

Por ser um processo realizado periodicamente, o mais comum é escolher entre os colaboradores aqueles com um perfil mais alinhado com a atividade. Então, verifique entre o time pessoas organizadas, detalhistas que tenham uma postura proativa.

3. Defina a metodologia da contagem

A contagem de estoque pode ser realizada de diferentes formas, considerando os itens individualmente ou algum tipo de agrupamento, como: fardo, caixas, paletes etc. Essa metodologia varia conforme o tipo de mercadoria e como elas ficam dispostas no armazém.

4. Compare os dados do inventário com os registros de estoque

Após o final da contagem, é preciso comparar os dados do inventário com o registro de estoque do sistema de gestão usado pelo empreendimento. Se divergências forem encontradas será necessário investigá-las para evitar que se repitam.

5. Finalize com relatórios detalhados e datados

Finalizado a contagem e comparação de dados, tudo deverá ser registrado em um relatório com data. Essas informações serão úteis para diversas atividades da empresa, como a tomada de decisões, contabilidade e outros processos.

Conclusão

Cada tipo de inventário pode ser aplicável a diferentes situações e empresas. A escolha do tipo adequado depende dos objetivos e necessidades específicas dos empreendimentos.

Gostou do post de hoje? Então, continue acompanhando nosso blog, siga-nos nas redes sociais e fique por dentro de mais conteúdos como este.

Entre em contato conosco 📞 (35) 3421-4657 ou 📲 (35) 9 9819-9092 e conheça nossas soluções em logística.

Compartilhe

Deixe um comentário